Close
Metadata

Reference TypeJournal Article
Identifier8JMKD3MGP3W34R/3S76MDL
Repositorysid.inpe.br/mtc-m21c/2018/11.09.16.06   (restricted access)
Metadatasid.inpe.br/mtc-m21c/2018/11.09.16.06.34
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
ISSN2179-6858
Holder Codeisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Citation KeySantosOliSilBarAlm:2018:DeTéDu
Author1 Santos, Gedinara Paiva dos
2 Oliveira, Leidiane Leão
3 Silva, Joseandra Aparecida Campos da
4 Barreto, Naurinete de Jesus da Costa
5 Almeida, Rodolfo Maduro
Group1
2
3
4 CGCEA-CGCEA-INPE-MCTIC-GOV-BR
Affiliation1 Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
2 Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
3 Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
4 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
5 Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Author e-Mail Address1
2
3
4 netebarreto@gmail.com
TitleDesconforto térmico durante a estação seca em uma cidade de clima tropical chuvoso na Amazônia
JournalRevista Ibero-Americana de Ciência Ambientais
Year2018
Volume9
Number6
AbstractA avaliação da sensação térmica em Santarém é importante devido à recente expansão física e populacional da cidade. Santarém é a terceira maior cidade do Pará, tanto em tamanho e como em população. O clima Equatorial, caracterizado com temperatura do ar e umidade relativa do ar elevadas ao longo do ano, associado a variações diurnas de temperatura, mesmo que pequenas podem representar alterações importantes no conforto/desconforto térmico do ambiente urbano. Neste sentido o conforto térmico horário foi testado por meio de quatro modelos capazes de retorna a resposta térmica local, focados neste estudo na estação seca de 2016 (julho a novembro), utilizando dados da estação meteorológica automática de superfície de Santarém. Entre os resultados encontrados podemos destacar que no intervalo de 11 às 18 h, em ambiente aberto, a sensação térmica varia de desconfortável a extremante desconfortável. Entre 14 e 17 h os índices apontam sensação muito quente com falha na termo-regulação do corpo e cautela extrema, estas sensações térmicas estão associadas aos valores máximos de temperatura ar em torno de 31°C e umidade relativa inferior a 60%. A compreensão acerca da sensação térmica atual em Santarém e dos horários mais críticos, servem como subsidio para medidas de prevenção a exposição a ambientes abertos, além de possibilidade de emissão de alertas a sociedade e poder público.
NotesEdição especial do Congresso de Gestão Ambiental do Baixo Amazonas (CONGABA0
Languagept
Type of Workconference paper
Secondary TypePRE PN
DisseminationPORTALCAPES
AreaCEA
Secondary MarkB2_INTERDISCIPLINAR B3_GEOGRAFIA B3_ADMINISTRAÇÃO,_CIÊNCIAS_CONTÁBEIS_E_TURISMO B4_ENGENHARIAS_III B5_ENSINO B5_ENGENHARIAS_I B5_CIÊNCIAS_AMBIENTAIS B5_CIÊNCIAS_AGRÁRIAS_I B5_BIODIVERSIDADE
Size1504 KiB
Number of Files1
Target Filesantoss_desconforto.pdf
Last Update2020:09.16.19.45.32 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone
Metadata Last Update2020:09.16.19.45.33 urlib.net/www/2017/11.22.19.04 simone {D 2018}
Document Stagecompleted
Is the master or a copy?is the master
e-Mail (login)simone
User Groupsimone
Reader Groupadministrator
simone
Visibilityshown
Transferable1
Host Collectionurlib.net/www/2017/11.22.19.04
Content TypeExternal Contribution
Document Stagenot transferred
Version Typepublisher
Read Permissiondeny from all and allow from 150.163
Next Higher Units8JMKD3MGPCW/3EU2FR5
source Directory Contentthere are no files
agreement Directory Content
agreement.html 09/11/2018 14:06 1.0 KiB 
History2018-11-09 16:06:34 :: simone -> administrator ::
2019-01-14 17:06:38 :: administrator -> simone :: 2018
Empty Fieldsalternatejournal archivingpolicy archivist callnumber copyholder copyright creatorhistory descriptionlevel doi e-mailaddress format isbn keywords label lineage mark mirrorrepository month nextedition orcid pages parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project resumeid rightsholder secondarydate secondarykey session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype url
Access Date2020, Oct. 21
update 

Close