Fechar
Metadados

Área de identificação
Tipo de ReferênciaReport
Sitemtc-m21c.sid.inpe.br
Código do Detentorisadg {BR SPINPE} ibi 8JMKD3MGPCW/3DT298S
Identificador8JMKD3MGP3W34R/3U33HLS
Repositóriosid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.12.12.04
Última Atualização2019:09.12.12.04.49 simone
Metadadossid.inpe.br/mtc-m21c/2019/09.12.12.04.49
Última Atualização dos Metadados2020:01.06.11.42.20 administrator
Chave de CitaçãoValeAdamMaci:2019:DiUsOc
TítuloDinâmica do uso e ocupação da terra das áreas desflorestadas no Estado do Pará
Ano2019
Data de Acesso11 abr. 2021
TipoRPQ
Número de Páginas37
Número de Arquivos1
Tamanho1589 KiB
Área de contextualização
Autor1 Vale, Jones Remo Barbosa
2 Adami, Marcos
3 Maciel, Maria de Nazaré Martins
Grupo1
2 CRCRA-COCRE-INPE-MCTIC-GOV-BR
Afiliação1 Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)
2 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
3 Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)
Endereço de e-Mail do Autor1 jonesremo@hotmail.com
2 marcos.adami@inpe.br
3 nazamaciel@yahoo.com.br
InstituçãoInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CidadeSão José dos Campos
Histórico2019-09-12 12:05:09 :: simone :: -> 2019
2019-09-12 12:05:30 :: simone -> administrator :: 2019
2020-01-06 11:42:20 :: administrator -> simone :: 2019
Área de conteúdo e estrutura
É a matriz ou uma cópia?é a matriz
Estágio do Conteúdoconcluido
Transferível1
Palavras-ChaveUso e Ocupação da Terra. Floresta Amazônica. Google Earth Engine.
ResumoA Floresta Amazônica tem passado por intensos processos de mudanças no uso e cobertura da Terra nos últimos anos, principalmente, por incentivos de políticas de ocupação territorial e questões macroeconômicas envolvendo a exploração madeireira, a pecuária e os cultivos agrícolas. Dentre os Estados que compõe a Amazônia Legal Brasileira, o Estado do Pará foi o que mais contribuiu para o desflorestamento da Floresta Amazônica com 148.399 km² de áreas desmatadas até o ano de 2018. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar a dinâmica do uso e cobertura da Terra das áreas desflorestadas do Estado do Pará entre os anos de 2008 e 2018 por meio da plataforma Google Earth Engine (GEE). Para a execução deste trabalho foram desenvolvidos scripts na linguagem de programação JavaScript com aplicação dos índices espectrais (de vegetação e de água) e do algoritmo Random Forest no Code Editor do GEE. Para o mapeamento do uso e cobertura da Terra foram utilizadas imagens do satélite Landsat-5/TM do ano de 2008 e imagem do satélite Landsat-8/OLI-TIRS do ano de 2018. Neste trabalho foram mapeadas as classes: Agricultura, Floresta, Hidrografia, Outros, Pastagem e Vegetação Secundária. A validação dos mapeamentos ocorreu com análise da matriz de contingência a fim de se verificar a eficácia e os erros (de inclusão e omissão), assim a acurácia pode ser obtida por meio dos coeficientes de concordância (Exatidão Global e Índice Kappa), além da realização de trabalhos de campo. Entre os anos de 2008 e 2018 o desflorestamento no Estado do Pará foi de aproximadamente 26.013,01 km², representando cerca de 2,1% da área do Estado. A classe pastagem foi a que recebeu maior área desflorestada com 11.364,95 km² (43,7%), seguida da classe outros com 9.193,03 km² (35,3%) e da classe vegetação secundária com 4.990,30 km² (19,2%). Com isto pode-se concluir que a pastagem está avançando sobre os desflorestamentos recentes e cedendo área para agricultura em menor proporção. Em relação à acurácia dos dados os mapeamentos obtiveram bons resultados com precisões de 89,7% em Exatidão Global e 0,74 de Índice Kappa no ano de 2008, 91,1% de Exatidão Global e 0,79 de Índice Kappa no anos de 2018. Destaca-se que o GEE vem ser uma importante ferramenta no monitoramento e controle do desmatamento ilegal por permitir aquisição de dados de forma rápida e segura, contribuindo com dados para desenvolvimento de políticas públicas ambientais a fim de garantir a manutenção dos ecossistemas, principalmente, da Floresta Amazônica que se mantêm, até os dias atuais, condicionadas por um cenário de extremo conflito de interesses, envolvendo atores, articulações e conjunturas locais a globais.
AreaSRE
Arranjourlib.net > BDMCI > Fonds > Produção > CRCRA > Dinâmica do uso...
Conteúdo da Pasta sourcenão têm arquivos
Conteúdo da Pasta agreement
agreement.html 12/09/2019 09:04 1.7 KiB 
Área de condições de acesso e uso
URL dos dadoshttp://urlib.net/rep/8JMKD3MGP3W34R/3U33HLS
URL dos dados zipadoshttp://urlib.net/zip/8JMKD3MGP3W34R/3U33HLS
Idiomapt
Arquivo AlvoJONES REMO.pdf
Grupo de Usuáriossimone
Visibilidadeshown
Permissão de Leituraallow from all
Permissão de Atualizaçãonão transferida
Área de fontes relacionadas
Unidades Imediatamente Superiores8JMKD3MGPCW/3EUAE4H
DivulgaçãoBNDEPOSITOLEGAL
Acervo Hospedeirourlib.net/www/2017/11.22.19.04
Área de notas
NotasBolsa PIBIC/INPE/CNPq
Campos Vaziosarchivingpolicy archivist callnumber contenttype copyholder copyright creatorhistory date descriptionlevel doi e-mailaddress edition format isbn issn label lineage mark mirrorrepository nextedition orcid parameterlist parentrepositories previousedition previouslowerunit progress project readergroup reportnumber resumeid rightsholder secondarydate secondarykey secondarymark secondarytype session shorttitle sponsor subject tertiarymark tertiarytype translator url versiontype
Área de controle da descrição
e-Mail (login)simone
atualizar 

Fechar